Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Na Cozinha da Raiozinho

Na Cozinha da Raiozinho

Peitos de frango com molho de manga e coco

 

  

Dizem que cozinhar é um ato de amor. Eu diria mais. Há certos pratos que são um verdadeiro ato de luxúria a cada garfada. 

A receita que partilho hoje foi uma bela orgia para o palato. Às vezes é maravilhoso sair da zona de conforto e arriscar novos sabores.

A inspiração veio daqui. Não segui ipsis verbis, até porque havia ingredientes que não tinha, outros que adaptei. Ainda assim, o resultado final foi sublime.

 

Ingredientes:

  • 1 kg de peito de frango cortados em tiras (strogonoff)
  • 1 pimento vermelho
  • 1 pimento verde
  • azeite
  • 150 ml de leite de coco
  • 1 manga
  • 1 malagueta
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavado
  • sumo de 1 limão (não tinha lima)
  • sal
  • 1 colher de sobremesa de pimentão doce
  • salsa picada

 

Preparação:

Arranjar e cortar os dois pimentos em cubos. Reservar.

Preparar o molho: no copo do liquidificador (ou robot de cozinha, ou copo de varinha mágica) colocar a manga cortada em cubos, a malagueta, sal, o açúcar mascavado, o pimentão doce, o sumo de limão e o leite de coco. Triturar tudo até obter um creme homogéneo. Reservar.

Aquecer o wok com um pouco de azeite. Quando estiver quente, juntar as tiras de frango e deixar cozinhar até a carne começar a ficar dourada. Acrescentar os pimentos cortados em cubos, envolver e deixar cozinhar dois minutos. Adicionar o molho de coco e manga, misturar e deixar o frango acabar de cozinhar e o molho ferver, mexendo delicadamente (sensivelmente são mais 5 a 7 minutos). Polvilhar com salsa picada (ou coentros, para quem gostar) e servir de imediato com arroz basmati.

 

 

Barriga de porco no forno

 

 

 Ingredientes:

  • 2 kg de entremeada de porco (peça inteira)
  • 6 dentes de alho
  • 1 colher de chá de alecrim
  • 1 colher de chá de pimentão doce
  • 1 malagueta
  • 1 limão
  • sal grosso
  • 200 ml vinho branco

 

Preparação:

No talho pedir para golpear a peça de barriga, na parte da pele, de forma a ficarem pequenos quadrados. Podem golpear também na parte de baixo, junto ao osso, porque ajuda depois de assada a trinchar a carne.

Num copo colocar os dentes de alho, o alecrim, o pimentão doce, a malagueta, sal e um limão descascado e sem a parte branca. Com a varinha mágica triturar até ter uma pasta.

Barrar a peça de carne com este preparado e deixar a marinar de um dia para o outro.

Antes de ir ao forno, colocar a peça de carne em cima de uma grelha num tabuleito, e regar com o vinho branco. 

Levar a forno pré aquecido a 180º, com a parte da pele virada para cima. Demora cerca de 2h a assar. Convém ir regando a carne com o molho que se vai formando no tabuleiro (eu usei um pincel, e em intervalos de 30 minutos ia pincelando a carne). Pode ser necessário acrescentar um pouco de água ao fundo do tabuleiro, caso esteja a secar e a ficar sem molho.

Quando a carne estiver assada, fatiar e servir. Caso haja molho no tabuleiro, o melhor será coar e servir à parte para regar a carne a gosto.

Acompanhei com couve (caldo verde) salteada em alho e azeite.

 

 

Peixe à Gomes de Sá, com batata doce e alho francês

IMG_20170619_201608.jpg

 Ingredientes:

  • 400 gr. de filetes de pescada (ou outro peixe branco, ou sobras de peixe cozido/assado)
  • 3 a 4 batatas doce médias
  • 1 alho francês
  • 1 cebola
  • 4 ovos
  • sal
  • pimenta
  • azeite
  • folha de louro

 

Preparação:

Cozer o peixe (caso não haja sobras a aproveitar), juntamente com os ovos e as batatas cortadas às rodelas, em água temperada de água, sal e uma folha de louro.

Quando estiver cozido, escorrer e reservar. Descascar os ovos, picá-los grosseiramente, ou cortá-los às rodelas, e reservar.

Num tacho largo refogar a cebola, cortada às rodelas finas, em azeite. Quando a cebola começar a amolecer, juntar o alho francês, previamente lavado e cortado em juliana fina. Deixar cozinhar durante alguns minutos.

Adicionar o peixe, as batatas e os ovos cozidos ao refogado, envolver delicadamente. Temperar com pimenta a gosto, retificar sal e regar com um fio de azeite antes de servir.

Pode-se polvilhar com salsa picada (não tinha na altura), e guarnecer com azeitonas. 

 

Macarrão com salsichas

IMG_20171025_141852.jpg

Eu não resisto a um prato de massa. Por estes lados seguimos uma alimentação low carb, priveligiamos legumes e saladas como acompanhamentos, em detrimento dos tradicionais hidratos (arroz, massa, batatas). Mas de vez em quando lá calha fazer o gosto a esta costela italiana e sai uma massa, ou um risotto. 

Recentemente vi esta receita no blog do Casal Mistério e só de ler, fiquei a salivar. Não demorei muito a fazer uma versão da receita. Fiz com o que tinha em casa e abdiquei do queijo e das natas que a receita original leva.

O resultado? Delicioso. Deixo-vos a minha versão.

 

Ingredientes:

  • 500 gr. de macarrão
  • 1 frasco com 8 salsichas de aves (comprei no Lidl)
  • 2 dentes de alho
  • 1 malagueta
  • 4 tomates pequenos maduros
  • sal
  • azeite
  • salsa picada

 

Preparação:

Num tacho largo (ou numa frigideira com tampa) saltear as salsichas cortadas às rodelas com um fio de azeite.

Juntar os dentes de alho e a malagueta picados, e envolver bem nas salsichas, deixando o alho fritar um pouco.

Adicionar o tomate cortado em pedaços pequenos (ou triturado), temperar com um pouco de sal e deixar cozinhar em lume brando durante 10 minutos.

Terminado o tempo, juntar cerca de 700 ml de água já quente e a massa crua. Deixar levantar fervura, reduzir o lume, tapar e deixar cozinhar entre 12 a 15 minutos.

Polvilhar com salsa picada e servir. 

Coxas de frango assadas com caril

 Inspiração aqui

 

Ingredientes:

  • 6 pernas de frango
  • 6 dentes de alho
  • 1 colher de sobremesa de caril em pó
  • 1 colher de chá de pimentão doce
  • 1 limão
  • sal q.b.
  • azeite q.b.

 

Preparação:

Temperar as pernas de frango com os dentes de alho picados, o caril, o pimentão-doce, o sumo de limão e uma pitada de sal. Deixar a marinar, pelo menos durante meia hora. (Costumo preparar a carne diretamente no tabuleiro onde vai assar)

Aquecer o forno a 180.ºC/200.ºC. Regar as pernas de frango com um fio de azeite. Colocar no forno e deixar assar, entre 20 a 30 minutos (usei frango do campo, portanto demora um pouco mais a assar). Virar as pernas e levar ao forno por mais 10 ou 15 minutos, para que dourem um pouco.

Servi com "arroz" de couve-flor e cenoura.

 

 

Arroz de salsichas com courgette

IMG_20170722_141150.jpg

Ingredientes:

  • 5 salsichas de aves
  • 1 chávena de arroz vaporizado
  • 1 courgette pequena
  • 1 cebola
  • 1 dente de alho
  • azeite
  • sal

 

Preparação:

Lavar a courgette. Secar e ralar, com casca. Reservar.

Picar a cebola e os dentes de alho. Alourar num fio de azeite, até a cebola começar a ficar dourada. Juntar as salsichas cortadas às rodelas e deixar fritar um pouco. 

Acrescentar a courgette ralada, envolver, deixando cozinhar um pouco. 

Juntar o arroz, envolver bem. Temperar com sal, juntar água (o dobro da quantidade do arroz) e deixar cozinhar em lume médio, mexendo ocasionalmente, até o arroz estar cozinhado.

Para quem aprecia, antes de servir pode polvilhar com queijo ralado, e ficará assim uma esécie de risotto.

E servi simples. E que bem que soube.

 

 

Galo na púcara

IMG_20170926_205140.jpg

Ingredientes:

  • 1 kg de galo cortado em pedaços
  • 1 cebola
  • 3 dentes de alho
  • pimentão doce
  • 1 folha de louro
  • 1 malagueta
  • salsa
  • 1/2 pimento vermelho
  • 1 cerveja de 33 cl
  • sal e azeite q.b.

 

Preparação:

Cobrir o fundo da púcara com a cebola, os dentes de alho e a malagueta picados. Regar com um fio de azeite e levar a alourar. Juntar a folha de louro e temperar com pimentão doce. Envolver para que os sabores se misturem. Juntar o pimento cortado em tiras, uns pés de salsa. Por cima dispor os pedaços de galo. Temperar com sal, regar com a cerveja e deixar estufar em lume brando, com a púcara tapada. Convém ir abanando a púcara de vez em quando para não deixar colar ao fundo.

Dependendo da carne, pode demorar entre 1h a 1h30. Mas vale a pena.

Um prato que faz lembrar os estufados da avó, que ela deixava na panela em lume brando enquanto ia para o quintal e para a capoeira, tratar dos animais e das lides de uma casa de aldeia.

 

 

Entrecosto no forno

IMG_20170924_135258.jpg

A chegada do frio traz esta vontade de comida de forno, que aquece a cozinha, enche o ar de um delicioso aroma que nos faz salivar pela hora de ir para a mesa. Vi esta receita da Joana Roque e não esperei muito para a reproduzir. Uma ida ao talho e a escolha óbvia de uma bela peça de entrecosto para assar num domingo cinzento.  

 

Ingredientes:

  • 1,5 kg a 2 kg de entrecosto
  • 2 colheres de sopa de massa de pimentão
  • sal
  • pimenta (usei moinho com mistura de pimentas)
  • 6 dentes de alho
  • alecrim
  • 200 ml de vinho branco

 

Preparação:

Colocar as peças de entrecosto num tabuleiro de ir ao forno e temperar com sal e pimenta. Espalhar por cima da carne a massa de pimentão, laminar os dentes de alho e juntar à carne. Polvilhar com alecrim. Regar com o vinho, tapar com papel de alumínio e levar ao forno, previamente aquecido a 180º, cerca de 1h30.

Findo o tempo, retirar a folha de alumínio, aumentar a temperatura do forno para deixar o entrecosto tostar um pouco, vigiando até estar no ponto que vos agrade. 

Cortar o entrecosto em tiras e servir.

 

 

Esparguete de courgette e cenoura com miolo de camarão

 Ingredientes:

  • 2 courgettes
  • 1 cenoura
  • 300 gr. de miolo de camarão
  • 3 dentes de alho
  • azeite
  • moinho pimentas
  • 1 colher de sopa de margarina culinária líquida
  • sal
  • salsa picada

 

Preparação:

Depois de me entender a trabalhar com o espiralizador, agora não há quem me pare a espiralizar legumes. Pronto, courgettes e cenouras. Hei-de experimentar batata doce e abóbora. 

Quando andei à procura de um espiralizador, era missão impossível encontrá-lo nas lojas físicas, e os poucos que ahvia eram estupidamente caros. Arrisquei e mandei vir o meu do EBay. Agora, é espiralizadores em todo o canto e esquina e até já os há elétricos. Grrrrrr

Adiante, vamos lá à receitinha, que não tem nada que saber e é deliciosa.

Espiralizar duas courgettes com casca e uma cenoura (a cenoura descasquei). 

Picar os dentes de alho e colocá-los numa tacinha juntamente com azeite, para ir aromatizando.

No wok, aquecer a margarina líquida e saltear o miolo de camarão, previamente descongelado. Quando começar a dourar, juntar o azeite com os dentes de alho picados, deixar fritar um pouco.

Adicionar a courgette e a cenoura espiralizadas, temperar com sal e pimenta moída, envolver delicadamente no miolo de camarão. Deixar saltear até ter a consistência desejada (eu gosto al dente, pelo que não deixo cozinhar mais de 2 minutos). Polvilhar com salsa picada, regar com um fio de azeite e servir com um sorriso.

 

 

Salmão marinado em molho de soja e laranja com cogumelos laminados

IMG_20170812_133221.jpg

Ingredientes:

  • 2 postas de salmão (uma por pessoa)
  • Sumo e raspa de uma laranja
  • Flor de sal (pouco)
  • Azeite
  • 1 colher de sopa de molho de soja
  • Moinho 5 pimentas
  • 300 gr de cogumelos frescos laminados
  • 3 dentes de alho

 

Preparação:

Temperar as postas de salmão com umas pedrinhas de flor de sal, raspa de laranja, pimenta (moinho 5 pimentas), molho de soja e sumo de laranja. Deixar repousar para tomar gosto (entre 20 a 30 minutos).

Limpar e laminar os cogumelos. Picar os dentes de alho bem picadinhos.

Numa frigideira larga, antiaderente, colocar um fio de azeite. Aquecer, escorrer as postas de salmão da marinada e selá-las na frigideira (cerca de um minuto de cada lado). Retirar e reservar. 

Na mesma frigideira, colocar os cogumelos e salteá-los até começarem a dourar. Juntar os dentes de alho picados e um fio de azeite, envolver e deixar fritar um pouco. Quando os cogumelos já tiverem perdido a sua água e estiverem mais secos, juntar a marinada do salmão e as postas de salmão. Deixar cozinhar alguns minutos. Retificar de sal e pimenta.

Servir a posta de salmão com os cogumelos. Pode acompanhar uma salada verde ou uns legumes verdes salteados.