Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Na Cozinha da Raiozinho

Na Cozinha da Raiozinho

Risotto de alheira com feijão verde

Há umas semanas encontrei numa superfície comercial, vulgo hipermercado, alheiras de caça em promoção. 0,99€/cada. Ora, como aqui a menina é apreciadora da bela alheira, tratei logo de trazer 6 com intuito de congelar e depois fazer.

 

Antes alheira para mim era grelhada. Sempre. Na chapa ou no forno. 

 

Mas comecei a explorar a potencialidade da alheira. Já fiz um empadão, que só de me lembrar, me babo toda. Há uns tempos fiz um risotto de farinheira, que estava bom sim senhora, mas a farinheira é assim mais enjoativa para mim. Na altura fiquei com ideia de fazer a versão risotto de alheira e foi por estes dias, que ao chegar a casa sem ter deixado nada a descongelar nem ter pensado em nada, surgiu esta ideia.

 

 

 

 

 

 

Ingredientes:

 

 

 

- 2 chávenas de risotto

 

- 2 alheiras de caça (estavam congeladas)

 

- 1 cebola

 

- 2 dentes de alho

 

- 1 malagueta piri-piri

 

- azeite

 

- 1 cubo de caldo de galinha

 

- 2 chávenas de feijão verde cortado em pedacinhos

 

- 1 tomate mais ou menos maduro (usei um que tinha no frigorífico para salada, mas já estava madurinho)

 

- 1 colher de sopa de vaqueiro

 

 

 

Comecei por num tacho levar as alheiras (fiz a receita a duplicar para ficar para o almoço de ambos no dia seguinte) e o feijão verde a cozer em água temperada com um cubo de caldo de galinha (também podia ser carne, eu preferi galinha).

 

Assim que levantar fervura, retirar do lume, escorrer as alheiras e o feijão verde, reservando o caldo. Tirar a pele às alheiras. Reservar.

 

Num tacho largo refogar ligeiramente a cebola picada com os dentes de alho, também picados, a malagueta e um pouco de azeite.

 

Juntar o risotto e deixar fritar um pouco. Ir regando aos poucos com o caldo reservado e mexendo regularmente. Juntar o tomate cortado em cubinhos. A meio da cozedura do risotto juntar as alheiras e o feijão verde. Deixar acabar de cozer, regando sempre com o caldo sem deixar secar. No fim, juntar a colher de vaqueiro e mexer o risotto até derreter.

 

Servir malandrinho.

 

 

 

Adorei. Já sou fã de risotto e de alheira. Juntar os dois foi uma agradável e saborosa surpresa.