Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Na Cozinha da Raiozinho

Na Cozinha da Raiozinho

Pernas de frango recheadas com alheira

Começar a ir ao talho do bairro foi uma das melhores decisões. Carne de qualidade, atendimento personalizado e novidades e sugestões a cada semana.

Há umas semanas atrás vi umas pernas de frango recheadas. Umas com queijo e fiambre, outras com alheira. Ora, eu sou fã assumida de alheira, portanto a escolha foi óbvia: pernas de frango recheadas com alheira. Foi chegar a casa, procurar ideias para temperar e pôr as mãos na massa. 

 

Ingredientes:

  • 4 pernas de frango recheadas com alheira (comprei já prontas no talho)
  • 1 colher de chá de alho em pó
  • Tomilho a gosto
  • 2 colheres de chá de manteiga (usei Vaqueiro líquida)
  • Sumo de 1 limão
  • Sal e moinho de pimentas q.b.

 

Preparação:

Numa tábua de cozinha espalhar o alho em pó, folhas de tomilho, sal e pimenta a gosto. Passar as pernas de frango recheadas pelos temperos, como se estivesse a panar. Reservar.

Levar uma frigideira ao lume com manteiga/margarina (ou azeite, se preferirem) e dourar as pernas de frango. 

Transferir a carne para um tabuleiro de ir ao forno, regar com o sumo de limão, polvilhar com folhas de tomilho, regar com os sucos que ficaram na frigideira e levar ao forno, previamente aquecido a 200º, entre 25 a 30 minutos. 

Servi com um arroz de cenoura e uma salada verde.

 

Peitos de frango com molho de manga e coco

 

  

Dizem que cozinhar é um ato de amor. Eu diria mais. Há certos pratos que são um verdadeiro ato de luxúria a cada garfada. 

A receita que partilho hoje foi uma bela orgia para o palato. Às vezes é maravilhoso sair da zona de conforto e arriscar novos sabores.

A inspiração veio daqui. Não segui ipsis verbis, até porque havia ingredientes que não tinha, outros que adaptei. Ainda assim, o resultado final foi sublime.

 

Ingredientes:

  • 1 kg de peito de frango cortados em tiras (strogonoff)
  • 1 pimento vermelho
  • 1 pimento verde
  • azeite
  • 150 ml de leite de coco
  • 1 manga
  • 1 malagueta
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavado
  • sumo de 1 limão (não tinha lima)
  • sal
  • 1 colher de sobremesa de pimentão doce
  • salsa picada

 

Preparação:

Arranjar e cortar os dois pimentos em cubos. Reservar.

Preparar o molho: no copo do liquidificador (ou robot de cozinha, ou copo de varinha mágica) colocar a manga cortada em cubos, a malagueta, sal, o açúcar mascavado, o pimentão doce, o sumo de limão e o leite de coco. Triturar tudo até obter um creme homogéneo. Reservar.

Aquecer o wok com um pouco de azeite. Quando estiver quente, juntar as tiras de frango e deixar cozinhar até a carne começar a ficar dourada. Acrescentar os pimentos cortados em cubos, envolver e deixar cozinhar dois minutos. Adicionar o molho de coco e manga, misturar e deixar o frango acabar de cozinhar e o molho ferver, mexendo delicadamente (sensivelmente são mais 5 a 7 minutos). Polvilhar com salsa picada (ou coentros, para quem gostar) e servir de imediato com arroz basmati.

 

 

Barriga de porco no forno

 

 

 Ingredientes:

  • 2 kg de entremeada de porco (peça inteira)
  • 6 dentes de alho
  • 1 colher de chá de alecrim
  • 1 colher de chá de pimentão doce
  • 1 malagueta
  • 1 limão
  • sal grosso
  • 200 ml vinho branco

 

Preparação:

No talho pedir para golpear a peça de barriga, na parte da pele, de forma a ficarem pequenos quadrados. Podem golpear também na parte de baixo, junto ao osso, porque ajuda depois de assada a trinchar a carne.

Num copo colocar os dentes de alho, o alecrim, o pimentão doce, a malagueta, sal e um limão descascado e sem a parte branca. Com a varinha mágica triturar até ter uma pasta.

Barrar a peça de carne com este preparado e deixar a marinar de um dia para o outro.

Antes de ir ao forno, colocar a peça de carne em cima de uma grelha num tabuleito, e regar com o vinho branco. 

Levar a forno pré aquecido a 180º, com a parte da pele virada para cima. Demora cerca de 2h a assar. Convém ir regando a carne com o molho que se vai formando no tabuleiro (eu usei um pincel, e em intervalos de 30 minutos ia pincelando a carne). Pode ser necessário acrescentar um pouco de água ao fundo do tabuleiro, caso esteja a secar e a ficar sem molho.

Quando a carne estiver assada, fatiar e servir. Caso haja molho no tabuleiro, o melhor será coar e servir à parte para regar a carne a gosto.

Acompanhei com couve (caldo verde) salteada em alho e azeite.

 

 

Coxas de frango assadas com caril

 Inspiração aqui

 

Ingredientes:

  • 6 pernas de frango
  • 6 dentes de alho
  • 1 colher de sobremesa de caril em pó
  • 1 colher de chá de pimentão doce
  • 1 limão
  • sal q.b.
  • azeite q.b.

 

Preparação:

Temperar as pernas de frango com os dentes de alho picados, o caril, o pimentão-doce, o sumo de limão e uma pitada de sal. Deixar a marinar, pelo menos durante meia hora. (Costumo preparar a carne diretamente no tabuleiro onde vai assar)

Aquecer o forno a 180.ºC/200.ºC. Regar as pernas de frango com um fio de azeite. Colocar no forno e deixar assar, entre 20 a 30 minutos (usei frango do campo, portanto demora um pouco mais a assar). Virar as pernas e levar ao forno por mais 10 ou 15 minutos, para que dourem um pouco.

Servi com "arroz" de couve-flor e cenoura.

 

 

Galo na púcara

IMG_20170926_205140.jpg

Ingredientes:

  • 1 kg de galo cortado em pedaços
  • 1 cebola
  • 3 dentes de alho
  • pimentão doce
  • 1 folha de louro
  • 1 malagueta
  • salsa
  • 1/2 pimento vermelho
  • 1 cerveja de 33 cl
  • sal e azeite q.b.

 

Preparação:

Cobrir o fundo da púcara com a cebola, os dentes de alho e a malagueta picados. Regar com um fio de azeite e levar a alourar. Juntar a folha de louro e temperar com pimentão doce. Envolver para que os sabores se misturem. Juntar o pimento cortado em tiras, uns pés de salsa. Por cima dispor os pedaços de galo. Temperar com sal, regar com a cerveja e deixar estufar em lume brando, com a púcara tapada. Convém ir abanando a púcara de vez em quando para não deixar colar ao fundo.

Dependendo da carne, pode demorar entre 1h a 1h30. Mas vale a pena.

Um prato que faz lembrar os estufados da avó, que ela deixava na panela em lume brando enquanto ia para o quintal e para a capoeira, tratar dos animais e das lides de uma casa de aldeia.

 

 

Entrecosto no forno

IMG_20170924_135258.jpg

A chegada do frio traz esta vontade de comida de forno, que aquece a cozinha, enche o ar de um delicioso aroma que nos faz salivar pela hora de ir para a mesa. Vi esta receita da Joana Roque e não esperei muito para a reproduzir. Uma ida ao talho e a escolha óbvia de uma bela peça de entrecosto para assar num domingo cinzento.  

 

Ingredientes:

  • 1,5 kg a 2 kg de entrecosto
  • 2 colheres de sopa de massa de pimentão
  • sal
  • pimenta (usei moinho com mistura de pimentas)
  • 6 dentes de alho
  • alecrim
  • 200 ml de vinho branco

 

Preparação:

Colocar as peças de entrecosto num tabuleiro de ir ao forno e temperar com sal e pimenta. Espalhar por cima da carne a massa de pimentão, laminar os dentes de alho e juntar à carne. Polvilhar com alecrim. Regar com o vinho, tapar com papel de alumínio e levar ao forno, previamente aquecido a 180º, cerca de 1h30.

Findo o tempo, retirar a folha de alumínio, aumentar a temperatura do forno para deixar o entrecosto tostar um pouco, vigiando até estar no ponto que vos agrade. 

Cortar o entrecosto em tiras e servir.

 

 

Pernas de frango assadas com alho e alecrim

 Ingredientes:

  • 8 pernas de frango (usei de frango do campo, além de maiores, mais saborosas, a carne não "encolhe" enquanto assa)
  • 2 a 3 batatas doces 
  • 1 cabeça de alho
  • Alecrim a gosto
  • Pimentão doce
  • Sal q.b.
  • Moinho 5 pimentas
  • Azeite q.b.

 

Preparação:

Lavar as batatas doces. Cortar às rodelas (mantendo a pele) e dispor num tabuleiro de ir ao forno. Temperar com sal, pimentão doce, alecrim e regar com um fio de azeite.

À parte temperar as pernas de frango com sal, pimentão doce e pimenta. Distribuir as pernas no tabuleiro, por cima das batatas. Polvilhar com alecrim e regar com um fio de azeite.

Cortar a cabeça de alho ao meio e juntar ao tabuleiro. 

Levar ao forno, previamente aquecido a 180º, cerca de 1 hora, ou até ficar douradinho e a carne tenra.

 

Acompanhei com uma salada de couve roxa, maçã ralada e pimento vermelho. Combinou tão bem!! 

 

Novilho estufado com cogumelos

 

 

Ingredientes:

  • 1 kg de carne de novilho cortada em cubos
  • 300 gr. de cogumelos frescos laminados (ou duas latas)
  • 2 dentes de alho
  • 1 cebola
  • 1 folha de louro
  • 1 malagueta
  • 1 pacote de polpa de tomate (cerca de 200 ml)
  • 2 cenouras médias
  • 200 ml de vinho branco
  • sal
  • azeite
  • manjericão
  • salsa picada (ou coentros)

 

Preparação:

Picar os dentes de alho, a cebola e a malagueta. Cortar as cenouras às rodelas. Levar a lume médio com um fio de azeite e a folha de louro até a cebola começar a dourar. Juntar a carne, temperar com sal. Deixar a carne ganhar cor. Juntar a polpa de tomate, refrescar com o vinho e deixar cozinhar em lume médio durante 30 minutos.

Terminado o tempo, temperar com mangericão, juntar os cogumelos laminados e deixar cozinhar, em lume médio e com o tacho tapado, por mais 30 minutos. O molho deve ficar com alguma consistência e não muito líquido.

Verificar se a carne está tenra. Polvilhar com salsa picada (ou coentros) e servir.

 

Bochechas de porco na púcara (receita alentejana)

Sou fã incondicional da gastronomia alentejana. Não é à toa que sempre que lá vou uns dias de férias regresso mais redondinha. 

Há uns tempos tinha pedido à minha amiga alentejana de gema a receita das bochechas de porco. Ela gentilmente deu-me, dizendo que era a tradicional que aprendeu com a mãe e avó. A modernice era estufar as ditas na panela de pressão, mas que isso não lhe tirava o sabor tão caraterístico. 

Ora, em jeito de estágio pré férias por terras alentejanas, decidi fazer a receita da minha amiga. Mas usei a púcara de barro, em busca de um sabor mais tradicional. Ficaram muito boas.

IMG_20170715_133720.jpg

Ingredientes:

  • Bochechas de porco (penso que tinha seis)
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 folha de louro
  • sal q.b.
  • salsa picada (na verdade são coentros, mas aqui em casa há quem não seja fã de coentros)
  • 1 fio de azeite
  • 3 colheres de sopa de polpa de tomate
  • 1 copo de vinho tinto (eu usei branco porque não costumo cozinhar com vinho tinto, e por isso nunca tenho em casa)
  • meio copo de água

 

Preparação:

Nada mais simples: tudo para dentro da púcara (ou panela de pressão, ou tacho, o que tiverem, como preferirem) e deixar marinar de um dia para o outro.

Levar a estufar (em panela de pressão parece que são entre 20 a 30 minutos) em lume médio. Se, e é mesmo opcional, for da vossa preferência, ainda podem levar as bochechas ao forno para apurar, mas sinceramente não vejo necessidade (nem a minha amiga o recomendou, indicando que a carne ficaria um pouco mais seca). 

IMG_20170715_133841.jpg

 E servi este belo pecado com um arroz com courgette ralada à mistura (assim para parecer mais saudável). 

Lombo de porco recheado no forno

 

Ingredientes:

  • 1 lombo de porco recheado com alheira, bacon e pimento (comprei no talho já pronto, com cerca de 2 kg)
  • sal
  • pimentão doce
  • alho em pó
  • flocos de piripíri
  • alecrim
  • raspa e sumo de uma laranja
  • 1 fio de azeite

 

Preparação:

Numa tábua de cozinha, ou numa folha de papel vegetal, misturar e espalhar os temperos: sal, pimentão doce, alho em pó, flocos de piripíri, alecrim e raspa de laranja. Passar o rolo de carne por cima até que os temperos adiram.

Tranferir o rolo para um tabuleiro de ir ao forno, previamente untado com um fio de azeite. Regar o lombo com o sumo da laranja.

Cobrir com papel de alumínio e levar ao forno a 200º durante 50 minutos. Terminado o tempo, retirar o papel de alumínio, baixar a temperatura do forno e levar a dourar durante cerca de 20 minutos.

Acompanhei com uma salada verde.