Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Na Cozinha da Raiozinho

Na Cozinha da Raiozinho

Hoje não há receita porque não fui eu a chef :)


 

J* anda viciado no 24 Kitchen. Vai daí, viu uma receita que lhe despertou a atenção e os sentidos para chef. Ora pois que hoje foi ele que tomou conta da cozinha e dos tachos. Eu não vi a confecção. Deixei o chef principiante à vontade, dono e senhor do fogão, dos tachos. Só rezava para que a barafunda para eu arrumar e limpar não fosse catastrófica, como costuma ser.

Ora pois que o jantarinho estava uma delícia. E a cozinha inteira. 

 

Receita que ele fez aqui. Sei que trocou a couve romanesca por bróculos. De resto, não vi, não sei. Mas estava bom. E ele deve ter seguido a receita à letra. Se ele conseguiu, qualquer um consegue. Ah ah ah ah

Couscous com espinafres: um acompanhamento que pode transformar-se em salada


Ingredientes:



  • 2 chávenas de água

  • 2 chávenas de couscous

  • espinafres frescos em juliana

  • 1 tomate em cubos

  • 1 cebola picada

  • azeite e sal q.b.


Ferver a água temperada de sal e um fio de azeite. Desligar o fogo, colocar na água fervente os couscous, abafar e deixar repousar 5 minutos.


Esfarelar com um garfo, regando com um fio de azeite a gosto.


Colocar os couscous numa saladeira e envolver os espinafres, o tomate e a cebola.


 


Servi como acompanhamento de um resto de frango assado no forno, e para a marmita do dia seguinte desfiei um pouco de peito de frango e envolvi na salada.


 


Simples, rápido e muito saboroso.


 


Lombo de porco no forno com citrinos

Num domingo chuvoso (na semana passada) e de frio, nada mais conforta que ficar no conforto do lar, poder saborear uma quentinha refeição, de preferência que não dê muito trabalho e seja uma delícia. E foi assim que recorri aos temperos para forno. Uma questão de preguiça, mas porque não?!

 


 

Ingredientes:

- 1 lombo de porco para assar


- 1 laranja

- 1 limão

 

Abri o saquinho com o tempero e passei no lombo, como se o estivesse a panar. Coloquei o lombo dentro do saco, lavei e cortei uma laranja e um limão e coloquei os pedaços juntamente com o lombo dentro do saco. Fechei, deixei o forno aquecer um pouco a 200º e coloquei o tabuleiro no forno. Deixei estar cerca de 50 minutos, abri o saco, e levei o lombo mais 10 minutos para tostar um pouco.

Uma delícia. E os sabores dos citrinhos combinaram muito bem com o tempero do pimentão doce.

 

Acompanhei com um arroz de alho francês: refogar ligeiramente uma cebola pequena picada com um fio de azeite. Juntar o alho francês às rodelas e deixar murchar. Juntar o arroz (1 chávena) e envolver. Regar com caldo de carne (2 chávenas) e deixar cozer.

 

Frango assado com molho rápido e arroz de salsichas com espinafres

 

 

 

Ora cá está o frango assado que falei no post anterior. O arroz de salsichas foi feito para no dia seguinte acompanhar o resto do frango ao jantar e servir de refeição para o almoço de marmita. Há que rentablizar.

 

 

 

Ingredientes para o frango assado:

 

- 1/2 frango cortado em pedaços

 

- 1 fio de azeite

 

- sumo de 1 limão

 

- 1 colher de sopa de tempero para frango Pingo Doce

 

 

 

Ingredientes para o arroz de salsichas com espinafres:

 

- 1 chávena de arroz

 

- 1/2 cebola (se for grande) picada

 

- 2 dentes de alho picados

 

- 4 salsichas

 

- espinafres frescos

 

- caldo de galinha 

 

 

 

Preparar o frango: lavar e cortar o frango em pedaços e distribui-los num tabuleiro de ir ao forno. À parte misturar o tempero para frango Pingo Doce com azeite e sumo de limão. Regar o frango com o molho e levar a forno quente a 200º cerca de 50 minutos (virando de vez em quando).

 

 

 

Preparar o arroz: refogar ligeiramente em azeite a cebola e os dentes de alho picados. Juntar o arroz e deixar fritar um pouco. Juntar as salsichas cortadas às rodelas, regar com o de caldo de galinha (2 chávenas da usada para medir o arroz, se pretenderem o arroz malandrinho, juntar mais meia chávena). Juntar os espinafres quando o arroz estiver quase cozido.

Filetes com molho de cebola e natas

  


 

Ingredientes:



  • 4 filetes de peixe gato

  • azeite

  • 1 embalagem de sopa de cebola

  • 1 pacote de natas (uso de soja)

  • batatas novas

  • espinafres

  • 2 ou 3 dentes de alho

  • piri-piri em pó

  • pimentão doce


Descongelar os filetes e enxugá-los bem com papel de cozinha. Verter um fio de azeite num tabuleiro de ir ao forno de forma a cobrir o fundo, colocar os filetes lado a lado. Dissolver o pacote de sopa de cebola nas natas e verter sobre os filetes. Levar ao forno já quente a 200º cerca de 20 minutos.

Entretanto, dar uma fervura em batatinhas novas com a pele. Aquecer um fio de azeite com dois ou três dentes de alho picados e saltear os espinafres. Juntar as batatas escorridas, temperar com piri-piri (ou pimenta) e pimentão doce.


 

Simples, rápido, saboroso e óptimo para levar no almoço de marmita.

Abóbora manteiga assada


 


 


Eu disse que a abóbora manteiga iria voltar em breve a ser alvo de experiências. Desta vez optei por assá-la para acompanhar um cabrito assado em forno de lenha que trouxe do almoço de domingo de casa da mãe.


Num tabuleiro de ir ao forno coloquei a abóbora fatiada. Temperei com umas pedrinhas de sal, pimenta moída na altura, alho moído, mistura de ervas finas, um fio de azeite. Envolvi tudo com as mãos, assim como o Jamie Oliver faz, e coloquei no forno a 200º. Uns 5 minutos depois revolvi as fatias e reguei com sumo de laranja. Deixei assar mais uns 20 minutos, mexendo de vez em quando.


Estou fã desta abóbora. Venha a próxima experiência.


 

Knorr sabores no forno


 


Já experimentei o Sabores no Forno da Knorr. Escolhi o de tomate e cebola, segui as instruções e ocupei-me do acompanhamento.


Cortei em cubinhos 3 cenouras. Juntei uma chávena de ervilhas e reservei. Cortei em cubos dois tomates pequenos (mais ou menos maduros). Piquei uma cebola roxa e levei a refogar com azeite e meio cubo de caldo de galinha. Quando a cebola ficou douradinha, juntei o tomate e mexi. Depois juntei a cenoura e as ervilhas, uma lata pequena de milho cozido, uma chávena de arroz vaporizado, envolvi tudo, deixei suar um bocadinho antes de juntar a água. Deixei cozer com o tacho tapado em lume médio.


Ficou um arroz bem colorido, bem saboroso, que acompanhou muito bem o frango assado.


 

Costeletas grelhadas com risotto de cogumelos


 


Comecei por temperar as costeletas: sal, alho em pó, piri-piri em pó, alecrim e sumo de limão. Deixei marinar um pouco. Para o risotto refoguei cebola e alho picado em azeite. Quando a cebola ficou bem douradinha, juntei meio cubo de caldo de carne e os cogumelos previamente lavados e cortados em pedacinhos. Deixei saltear e juntei o risotto (usei duas medidas de risotto e 5 de água para ficar malandrinho). Envolvi nos cogumelos e fui acrescentando água quente enquanto mexia regularmente. Enquanto o risotto cozia, grelhei as costeletas.


O risotto ficou bem cremoso, com um sabor excepcional. E as costeletas também, com aquele travo a alecrim. Huuuummmm... foi uma das refeições que melhor me soube nesta complicada semana que passou. E foi tão fácil de preparar.


 

Um fabuloso colorido de legumes


 


Jantarinho bom, saudável, delicioso, simples, saboroso, bom (já disse bom?!).


Descongelei as últimas postas de perca que tinha na arca e a ideia era grelhá-las e acompanhar com legumes. Só que na hora de preparar o jantar, apeteceu-me fazer algo diferente do que habitualmente faço com peixe grelhado.


Desta vez misturei numa tacinha de vidro os seguintes ingredientes:


- alho em pó


- piri-piri em pó


- ervas finas


- azeite


- meio cubo de caldo de peixe


- sumo de limão


Barrei as postas com este preparado e deixei tomar gosto enquanto preparava os legumes. Alho bem picadinho vai a aquecer em azeite numa caçarola. Depois fui adicionando os seguintes legumes: cogumelos portobello frescos cortados, cenoura em palitos, bróculos, courgette e cebola em meias-luas. Por fim reguei com duas colheres de molho de soja, tapei e deixei cozinhar em lume brando cerca de 5 minutos.


Entretanto grelha-se o peixe, pincelando-o com a marinada.


Notar que nem no peixe nem nos legumes pus sal. Há temperos que substituem perfeitamente o sal e nem se dá pela sua falta.


 


 

Ideia para acompanhamento


 


Isto de guardar os post's inacabados nos Rascunhos dá nisto... receitas semi-escritas em fila de espera.


Ora bem, deixa-me lá despachar uma. Na passada segunda-feira aproveitei para o jantar um resto de frango de churrasco do fim-de-semana. Como ainda estava fresco, foi mesmo levá-lo a aquecer no microondas e acompanhei com um arroz de bróculos e cenoura.


Levei a refogar ligeiramente uma cebola picada com azeite. Juntei o arroz e a cenoura ralada, envolvi tudo, deixei o arroz absorver o azeite e acrescentei água quente. A meio da cozedura do arroz juntei os bróculos e deixei acabar de cozer. Bem bom!!!


Este arroz pode ser a base para outras receitas. Por exemplo, juntando milho, cogumelos, azeitonas e bacon ou fiambre ou salsicha ou atum (a imaginação é o limite) faz uma refeição saborosa num instante.