Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Na Cozinha da Raiozinho

Na Cozinha da Raiozinho

Cozinha a meio gás

Pois que a repentina mudança de vida me deixou assim meia confusa, sem falar que estar quase 12h fora de casa não é fácil.


De maneiras que por cá tem-se cozinhado coisas básicas e simples, como saladas, peixe ou carne grelhada com legumes ou salada, massas ou arroz de qualquer coisa... enfim, o desenrasca no verdadeiro sentido da palavra.


Algumas receitas estão a marinar nos rascunhos, quase quase prontas para serem publicadas, mas o tempo é escasso para andar por estas bandas.


Deixo só um pedido de desculpa pela ausência forçada. Volto em breve.


 

Ops

Pois que este fim-de-semana não houve Momento Docinho e Gostosinho.


Ainda mal comecei e já estou a falhar.


Em boa verdade, e sem procurar desculpas, a semana que passou foi marcada pela apatia. Em modo piloto automático e sem cabeça (e vontade) para criatividade e sem paciência para algo que desse trabalho, não abri o livro, não escolhi uma receita, não vi os ingredientes necessários para abastecer... e o resultado foi quando no Sábado procurei em cima do joelho escolher qualquer coisa, não me apetecia nada e faltava sempre algum ingrediente.


O fim-de-semana também foi marcado por um aniversário, que durou horas e horas e horas com muita comida... de maneira que condicionou o resto.


 


Entretanto, já por aqui fui dando a minha opinião sobre os menus semanais... pois que não costumo usar, planear com antecedência as refeições é para mim algo que me ultrapassa, mas resolvi experimentar a ver se consigo e se realmente resulta como dizem em termos de gestão de tempo e da despensa. É certo que muitas vezes não deixo nada a descongelar e passo o dia a pensar "o que fazer para o jantar", o que acaba sempre numa de desenrasca, recorrendo a saladas com enlatados, ou qualquer coisa que possa cozer o que está congelado assim na hora (por exemplo pratos com peixe, como arroz ou massada) ou a comprar qualquer coisa para fazer (o que siginifica um gasto desnecessário, uma vez que temos em casa). Pelo menos nisto eu espero conseguir organizar melhor, tendo já uma ideia antecipada do que ir buscar à arca. Agora se tenho pensado fazer frango assado e no dia me sai um arroz de frango ou um frango na púcara, pois, nisso vou ser bem mais flexível, até porque é uma das razões que sempre me dificultou a ideia de planear menus semanais.


 


O menu para esta semana está pensado, embora para já eu não vá partilhar aqui. Primeiro quero ver se consigo implementar esta nova rotina. E começa já hoje.


(Pelo menos a receita do Docinho e Gostosinho já está escolhida, os ingredientes que faltam estão na lista de compras e essa vai sair, oh se vai).


 

Desafiei-me!

Pois que coloquei um desafio a mim própria. Peguei num livro de receitas que estava na estante, esquecido e nunca usado. Percorri o livro do princípio ao fim, tomei nota das diversas (e são muitas) receitas que gostaria de experimentar, e pensei cá comigo: e se todos os fins-de-semana eu fizesse pelo menos uma receita da lista?!


E entusiasmei-me. Um bocadinho ao estilo de Julie & Julia, não vou fazer todas as receitas do dito livro, mas uma boa parte...


E o livro é este:


 



 


O nome não pode ser mais inspirador. Repleto de receitas de doces e salgados, todas as receitas são ilustradas, o que enche logo os olhos e faz nascer água na boca, tem fichas informativas e explicativas pelo meio (explica passo a passo como se fazem determinados tipos de massa, por exemplo).


 


E assim apresento um novo espaço desta cozinha: Momento Docinho e Gostosinho...


 

Por cá andamos a sopas e saladas

 

 

 

Aqui a cozinha está em modo light. Depois dos excessos do fim-de-semana prolongado e das festividades, o frigorífico está pejado de restos de leitão, cabrito assado e doçaria, o corpo saturado de comida clama por alimentos mais leves e frescos.

 

Juntando o útil ao agradável, vão-se comendo os restos das carnes acompanhados de saladas frescas e leves, e sopa... creme de legumes.

 

Ontem para acompanhar o resto do leitão fiz uma salada com couve-flor (previamente cozida e arrefecida), alface verde, alface roxa, tomate e cebola, temperada com sal grosso, vinagre de maçã e azeite.

 

Soube mesmo bem!

 

 

 

 

Depois do repasto...


 


... peixinho!! Ah pois é! Temos pena, peixinho, mas depois de dias a comer pratos de carne, muitas iguarias e doçarias, o meu estômago pede tréguas e comida light sob pena de me dar uma daquelas crise com direito a médico e xaropes e essas coisas todas. Por isso a ementa de ontem foi maruca cozida com legumes, hoje será cavala assada no forno...


E cheira-me que o jantar de passagem de ano vai ser sushi...


 

Raio da máquina fotográfica!! Tinha de ficar sem bateria!!!

Não venho aqui deixar uma receita já que ontem quem tratou do jantar foi o menino {#emotions_dlg.happy}


Nada difícil, mas ele faz bem, muito bem. (Aqui entre nós, é das poucas coisas, mas é melhor que nada).


De maneira que adoraria mostrar aqui a maravilha gastronómica do menino, mas não dá. Máquina estava sem bateria. Ohhhhh!!


Agora é esperar até não sei quando para haver outra igual e poder registar o momento.


A ementa foi bifinhos de frango com molho de cogumelos e natas... e vá, eu fiz o arroz de ervilhas para acompanhar. Todos sabemos que os homens não fazem duas tarefas ao mesmo tempo {#emotions_dlg.evil}


 

O Regresso

Sim, acho que estou de volta.


Tenho algumas receitas novas para postar, e hoje foi com verdadeiro prazer que estive a preparar um frango para estufar com molho de tomate. Está ao lume... huuuummmm...


É muito bom voltar a sentir este prazer. As últimas semanas foram sem inspiração, sem vontade, sem motivação, a cozinhar o básico dos básicos por obrigação. E detesto essa sensação.


Mas vou acreditar que estou a voltar aos "bons velhos tempos" em que cozinhar é um prazer relaxante e verdadeiramente compensador.