Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Na Cozinha da Raiozinho

Na Cozinha da Raiozinho

Rabanadas de forno

 

 

Eu sei que o Natal já lá vai, o ano novo já chegou, e que agora impera a decisão de entrar em dieta e fazer mais exercício físico. Sim, mas ao dia 5 já mais de metade se esqueceu de parte das decisões de ano novo, assim como assim, ainda temos o dia de reis, e quanto mais não seja, fica o registo das iguarias natalícias.

Este ano tratei da Ceia de Natal. Portanto, finalmente, pude experimentar as rabanadas de forno.

De muitas receitas que vi, inspirei-me nesta, por manter os ingredientes das tradicionais rabanadas, e porque a sua confeção me pareceu que iam resultar umas rabanadas bem húmidas, como eu gosto. Não me enganei.

PC240046.JPG

 

Ingredientes:
  • 1 pão de cacete duro (usei um com três dias)
  • açúcar amarelo a gosto
  • canela em pó a gosto
  • 1 pau canela
  • 1 L de leite
  • 5 ovos
  • manteiga q.b.
  • casca de limão

 

Preparação: 

Untar um tabuleiro de forno com manteiga (ou outra gordura, eu usei creme vegetal) e polvilhar com açúcar amarelo e canela.

Aquecer o leite com as cascas de limão e o pau de canela. Quem quiser, pode adoçar o leite juntando açúcar, eu preferi não o fazer. Deixar arrefecer o leite antes de juntar os ovos previamente mexidos com um batedor de varas.

Cortar o pão em fatias com cerca de 1,5cm e colocá-las no tabuleiro, deixando algum espaço entre elas. Regar as fatias com a mistura do leite e ovos, e deixar o pão absorver o líquido. Virar cuidadosamente as fatias de pão e voltar a regá-las (isto, se for como eu e gostar das rabanadas bem húmidas). Como fiz mais leite do que a receita original indicava, verti um pouco no fundo do tabuleiro antes de levar ao forno. 

Ligar o forno a 200º, colocar o tabuleiro com as rabanadas durante 20 minutos, tendo o cuidado de a meio do tempo virar, cuidadosamente, as fatias.
Quando terminar o tempo, e se as fatias estiverem douradas, ao vosso gosto, retirar para um prato de servir e polvilhar com mais açúcar e canela, previamente misturados.
 
Gostei imenso do resultado final. E agora que as relembro, bem que comia uma com um chá, ou um café. 
 
 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.